Notícias

Personal Branding e Marketing Jurídico: CMA e GT Mulheres Visíveis realizam evento sobre posicionamento de marca para a advocacia

A importância do uso das plataformas digitais para a divulgação de um perfil profissional também é uma realidade no contexto de atuação dos advogados e advogadas. No intuito de auxiliar o processo de adaptação da advocacia aos meios e às redes digitais, na manhã do dia 10 (terça-feira), a Comissão da Mulher Advogada da OAB/RS (CMA), em parceria com o Grupo de Trabalho Mulheres Visíveis, realizou o evento “Personal Branding e Marketing Jurídico: como posicionar a marca de forma ética e gerar resultados na advocacia?”. A ocasião trouxe conteúdo sobre inovações em Marketing Jurídico visando a orientar a divulgação de conteúdos no ambiente digital de forma ética, além de aprimorar habilidades, visando à retomada de atividades após o período da pandemia e a rápida evolução dos processos digitais.

Durante a abertura do evento, a presidente da CMA da OAB/RS, Claudia Sobreiro, salientou a importância de estar em plena conexão com as novidades e desenvolver novas formas de comunicação e acesso aos clientes. “Nós temos trabalhado muito na CMA por todas as pautas que estão em nosso regimento interno. Neste ponto, nós temos muitos trabalhos que são voltados para as advogadas e outros tantos temas voltados para as mulheres na sociedade em geral, pois a nossa competência é bastante ampla. De todo modo, não deixamos de lado a advocacia. E o GT Mulheres Visíveis tem esse princípio, estando atento às novidades para ajudar no aprimoramento do trabalho da advocacia.”

A coordenadora do GT, Maximília de Paulo, comemorou mais um evento da comissão e disse que o objetivo do trabalho realizado é o de inspirar pessoas, a sociedade e, principalmente, as advogadas. “É um movimento que se preocupa em estimular o autoconhecimento fazendo com que as advogadas tenham visibilidade do seu potencial, estimulando outras profissionais a ascenderem em sua carreira profissional, social, familiar ou individualmente.”

A convidada para estar a frente dos trabalhos foi Maiara Trombini, Empreendedora Digital, Pós-Graduanda em Gestão, Empreendedorismo e Desenvolvimento de Negócios pela PUCRS, com mais de 11 anos de atuação em empresas e escritórios jurídicos, com trabalhos voltados à evolução e ao fortalecimento de marcas. A palestrante trouxe ao público os princípios básicos do marketing e o modo como a prática pode ser posicionada no meio jurídico para potencializar a visibilidade de atuação de advogados e advogadas, alcançando, assim, uma maior demanda de clientes.

 

Posicionamento de marca: o que os advogados e as advogadas precisam saber?

O chamado “Personal Branding” foi uma das ferramentas apresentadas pela palestrante. “A concepção do termo é a de que ‘você é uma marca’ e, quanto mais você trabalha essa marca no mercado, mais você é lembrado. Na advocacia, a prática das indicações ainda é algo muito forte. Mas, hoje em dia, não há como depender apenas disso. Existem ferramentas à disposição para auxiliar nessa visibilidade e devem ser utilizadas”, pontuou.

Mas como fazer isso? Primeiro, é necessário ter atenção ao que se publica nos meios digitais. Imagens e textos compartilhados influenciam na forma como o profissional é visto no mercado. Trombini sugere cuidado com publicações de cunho ideológico e pessoal. “O online e o offline estão interligados. Basta uma mensagem na internet para que se adquira um problema. É necessário que se tenha empatia e coerência ao se posicionar nos ambientes digitais.”

Em relação ao conteúdo e às publicações, a palestrante mostrou quais são as plataformas mais indicadas para a advocacia, como ocorre o processo de construção da imagem do profissional e o que ele pode oferecer aos clientes. A divulgação do trabalho precisa, em síntese, compreender quatro questões: o que você faz? Quem é você? Qual o seu propósito? E qual é o seu diferencial? “Antes de construir isso, você precisa ter um propósito. O perfil do consumidor não é mais aquele de antigamente que via uma propaganda na televisão e contratava o serviço. Hoje, ele busca marcas humanizadas, pessoalizadas e ágeis, que não coloquem a burocracia acima do processo, mas que esteja próximo dos seus seguidores, tendo um relacionamento empático com eles. Isso é o que vai guiar o posicionamento da sua marca”

Dentre as estratégias que podem ser adotadas, está o storytelling, que nada mais é do que contar histórias de modo relevante. Isso se dá por meio da identificação do conteúdo mais apropriado para os clientes, investindo em textos narrativos e na inserção de recursos digitais, como, por exemplo, o call to action, ferramenta que direciona o público para outros conteúdos autorais. No decorrer da sua fala, Maiara deu mais detalhes sobre a estratégia e como contrui-la. “Você precisa gerar valor no seu nicho de atuação. Existem casos de algumas marcas que são associadas diretamente ao nome de quem fundou. Quanto mais você fortalece a sua marca pessoal, aliada a sua marca profissional, mais você agrega autoridade no mercado”, disse.

Em relação ao que vem a ser, na prática, o marketing jurídico, a convidada pontuou que a estratégia compreende um conjunto de ferramentas para promover o serviço ou escritório, tendo como objetivo chamar a atenção do cliente. O primeiro passo nesse processo é saber qual é o perfil majoritário dentre os clientes que o profissional já tem e/ou quer conquistar, para, com isso, saber como e onde se posicionar. “Não é todo mundo que tem acesso à internet ou que lê jornal impresso. É preciso conhecer o que, no marketing, chamamos de ‘persona’, ou seja, o seu cliente, para direcionar corretamente a divulgação do seu trabalho”.

O painel apresentou, ainda, os recursos de cada plataforma e mais detalhes do modo como deve ser direcionado o foco do marketing jurídico do advogado e da advogada. Se você não conseguiu acompanhar a palestra ou deseja rever para aprimorar o seu conhecimento, acesse o canal da OAB/RS no YouTube. Lá está disponível a íntegra do evento pra você visualizar quando quiser!

 

Fonte: OAB RS

Compartilhe este post
Share on Facebook
Facebook
Share on LinkedIn
Linkedin
Tweet about this on Twitter
Twitter
Email this to someone
email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *