Artigos

Como o estudante de Direito pode se posicionar no mercado

Cada vez mais as bancas jurídicas buscam profissionais dinâmicos e que estejam dispostos a vestirem a camisa do escritório. Profissionais que desde o estágio até a formação em Direito demonstrem real interesse em contribuírem na produção intelectual, na criação de novos projetos, na constante atualização e que tenham perfil visionário. Pensando nisso, separei alguns itens importantes que devem ser levados em consideração por acadêmicos, no que diz respeito ao posicionamento de mercado e construção da própria marca pessoal.

– Utilize o marketing de conteúdo e de influência a seu favor: A produção de conteúdo é uma das estratégias mais eficazes do marketing e fortalecer o seu nome antes de entrar no mundo jurídico, pode ser muito vantajoso para a sua carreira. Estabeleça uma rotina para produzir conteúdo e publicar em um Blog ou canal do Youtube. Você pode utilizar um modelo do próprio Blogspot (produto do Google) ou um modelo do WordPress, que são ferramentas gratuitas. Esse conteúdo pode ser replicado em outros meios de comunicação como sites jurídicos e redes sociais.

– Utilize o Linkedin: O Linkedin não serve apenas para cadastrar currículo. A rede possibilita construir networking e possíveis negócios. Complete o seu perfil incluindo um resumo atrativo, experiências, habilidades e comece a publicar conteúdo, adicionar pessoas influentes da área de Direito, profissionais renomados de outras áreas como Gestores de Recursos Humanos, Gerentes Jurídicos, Empresários, Professores, entre outros. Confira esse artigo sobre Linkedin na Advocacia.

– Crie uma conta temática no Instagram: Você pode criar uma conta temática no Instagram para falar sobre matérias do direito que você se identifica, dicas de leitura, contar um pouco da rotina de estudante, levar temas interessantes aos seus seguidores. Claro que você deve tomar cuidado com a superexposição, pois nem sempre ela favorece o profissional, principalmente em áreas que devem transmitir credibilidade e seriedade como a área do direito. Confira o artigo 5 dicas para melhorar o seu perfil no Instagram.

– Carreira: Tente identificar no percurso da faculdade com quais áreas de atuação você se identifica mais. Pesquise sobre novas áreas, estude constantemente o mercado e tenha em mente que ser um advogado especialista pode trazer bons frutos para a sua carreira.

– Invista em um segundo idioma: Saber um segundo idioma faz toda diferença no currículo. Muitos escritórios jurídicos procuram estagiários e advogados que falem inglês. Existem vários escritórios brasileiros que atendem empresas estrangeiras, então é fundamental que tenham profissionais na banca jurídica que saibam inglês ou outros idiomas.

– Atualize-se: Esteja atento ao que acontece no Brasil e no mundo. Busque aprender sobre novos softwares, novas áreas de atuação e nichos de mercado. Identifique na sua cidade quais os segmentos empresariais prevalecem, o que se destaca na economia local ou estadual. Por exemplo: Se você reside no interior de São Paulo, onde o agronegócio possui maior destaque, será que não seria interessante se especializar em Direito do Agronegócio ou em alguma área que consiga suprir a necessidade do público local? Você se torna especialista no assunto e a sua advocacia passa a atender nichos específicos.

– Estude Marketing Jurídico e Marketing Digital: Leia o código de ética da profissão para ter ciência das ações estratégicas de marketing que são permitidas. Não é permitida a mercantilização da advocacia, então você deve estabelecer estratégias que sejam coerentes com o código, sendo a produção intelectual umas das mais importantes para fortalecer a marca do escritório. Veja esse artigo que escrevi sobre ações de marketing jurídico.

– Acompanhe profissionais que se destacam no mercado: Veja o que esses profissionais estão fazendo para se destacar em suas áreas de atuação. Pesquise os principais escritórios jurídicos do país e do seu estado. Veja quem são os profissionais, quais as áreas atendidas, sobre o que eles escrevem, como eles se comunicam nas redes sociais, imprensa e sites.

– Aprenda técnicas de oratória: Se você é tímido estude formas de se libertar dessa timidez. Você irá passar por muitas situações de comunicação em público, portanto é necessário trabalhar a desenvoltura, dicção, oratória e perder a vergonha.

– Construa networking fora do mundo digital: Participe de congressos, eventos, palestras, cursos. Frequente eventos de outras áreas para conhecer empresários, gestores, profissionais de recursos humanos. Se você possui pretensões de ser um profissional autônomo ou ter uma sociedade será importante conhecer o mundo corporativo para expandir o networking e oportunizar futuros negócios. Participe de feiras de carreiras, pois normalmente escritórios jurídicos participam e será interessante conhecer profissionais da área jurídica e de recursos humanos. Tenha um cartão de visitas virtual para enviar por WhatsApp ao conhecer algum profissional, ou até mesmo estabeleçam conexões no Linkedin, assim você não perderá o contato e expandirá o seu networking.

Espero que essas dicas tenham lhe ajudado a identificar novas ideias para o seu posicionamento de mercado ainda como acadêmico da área jurídica. Você pode assistir ao vídeo no meu canal do Youtube, onde explico detalhadamente essas dicas.

 

Maiara Trombini – Especialista em Marketing Jurídico – Consultora de Marketing Jurídico e Instrutora de Cursos e Palestras voltados ao público jurídico.

www.maiaratrombini.com.br | consultoria@maiaratrombini.com.br

Conheça os meus cursos online: Redes Sociais para Advogados e Escritórios Jurídicos e Curso online Produção de conteúdo na Advocacia

Siga-me nas redes sociais: Instagram Canal no Youtube Facebook

Compartilhe este post
Share on Facebook
Facebook
Share on LinkedIn
Linkedin
Tweet about this on Twitter
Twitter
Email this to someone
email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *