Artigos

Estratégias de Marketing Jurídico para 2020

Você vai ler nesse artigo 10 estratégias de marketing jurídico que podem fazer a diferença para o seu escritório em 2020.

Você já parou para pensar que o futuro de empresas e escritórios jurídicos que dependem apenas de indicações para sobreviver pode estar com os dias contados?

As ações de marketing são fundamentais e a cada ano que passa surgem novos meios e formatos de comunicação. Você precisa estar atento às movimentações do mercado e ter ampla noção que as estratégias de marketing jurídico, marketing digital e marketing de conteúdo atingem um público mais amplo e podem trazer resultados a médio e longo prazo ao escritório. Porém antes de sair planejando as ações de marketing é importante que você entenda que é necessário ter um alinhamento definido quanto ao público-alvo, nichos de mercado, áreas de atuação, entender o que predomina na sua cidade e estado, estar atento às atualizações, estudar novas matérias e outros indicativos para estabelecer ações direcionadas ao prospect correto.

Atualmente visualizo muitos profissionais da área jurídica migrando para uma advocacia mais moderna e dinâmica. A utilização das próprias redes sociais favorece a visibilidade de jovens advogados e escritórios jurídicos que buscam inovar e crescer diante da sociedade como referências no que fazem, e claro, não esquecendo do propósito de contribuir e impactar na vida das pessoas. Diante dessas observações, eu listei algumas estratégias importantes para 2020.

Aproveite para conferir também o artigo “12 Dicas de Marketing Jurídico para melhorar o posicionamento do seu escritório jurídico.”

1 – COMUNICAÇÃO HUMANIZADA – DEDICAÇÃO E TEMPO 

Na era da inteligência artificial o que vai fazer a grande diferença nas relações humanas é a comunicação. Atualmente, já vemos grandes marcas trabalharem uma comunicação mais humanizada junto aos seus seguidores e clientes.

Você já parou para dar uma olhada nas redes sociais do Nubank ou até mesmo na forma como eles se comunicam através dos e-mails? Pois bem, eles são um exemplo de empresa que trabalha com uma comunicação leve, humanizada e atenciosa. Claro que o exemplo citado é um banco e não um escritório jurídico, no entanto, é interessante analisar como o perfil da linguagem mudou e ter como base cases reais de empresas sólidas no mercado.

As pessoas querem atenção, o mundo está carente e precisando de empatia. A comunicação humanizada abre espaço para ouvir, falar, interagir, criar relacionamentos duradouros com pessoas que você nem conhece que podem se tornar clientes, amigos e parceiros.

A cada dia a comunicação padronizada e mecânica vem perdendo espaço para a comunicação gentil e afetuosa. As técnicas de copywriting e storytellingabrem espaçopara uma comunicação afetiva e que geram vendas. Antigamente éramos cercados por uma comunicação violenta e extremamente persuasiva, mas hoje é possível entender como o consumidor quer se relacionar com a marca e construir proximidade com eles.

2 – O HEAD DE INOVAÇÃO PODE FAZER A DIFERENÇA

Não foi fornecido texto alternativo para esta imagem

Pessoa responsável para cuidar dos projetos voltados à inovação dentro e fora do escritório jurídico. Cabe a esse profissional ficar atento às mudanças no âmbito tecnológico, melhorias e metodologias diferenciadas de atendimento e construção de uma imagem diferenciada no mercado. O papel do Head de Inovação é fundamental na construção de novos negócios e oportunidades para a banca jurídica. Já é possível ver no mercado brasileiro vários escritórios jurídicos com profissionais atuando no setor de inovação.

3 – CANAIS PRÓPRIOS DE COMUNICAÇÃO

A proximidade com o cliente é um fator primordial para fidelizar e aprimorar o relacionamento entre ambos. A criação de canais próprios de comunicação, onde todas as informações e novidades sobre o escritório são compiladas em um único lugar pode ser um diferencial para a marca.

Aplicativos, comunidades, envio de conteúdo semanal através do Telegram ou até mesmo um blog mais amplo para disponibilizar informações semanais aos clientes como notícias, podcasts, vídeos, notícias e artigos.

O escritório pode organizar um comitê interno de produção intelectual para manter a periodicidade dos conteúdos. Canais próprios como portais específicos do escritório ou aplicativos podem ter chatbot personalizado para conversas iniciais, mas lembre-se que as mensagens automáticas cadastradas precisam estar de acordo com a comunicação realizada pelo escritório.

humanização da comunicação através de bots também será necessária. Isso também serve para as mensagens cadastradas no messenger do Facebook ou inbox do Instagram. Humanize o atendimento, mesmo que seja através de robôs.   

4 – CONTEÚDO RELEVANTE ATINGE AS PESSOAS CERTAS

Talvez esse sejaum dos pontos mais importantes desse artigo e do conjunto de estratégias de marketing jurídico. O conteúdo relevante precisa fazer parte da rotina do escritório. As pessoas querem informações que respondam as suas questões e não conteúdos vazios e fora de sintonia com as suas necessidades.

Diariamente somos bombardeados de informações e cada vez mais as pessoas escolhem quem entrega algo relevante a quem só compartilha para não perder a oportunidade de ter publicado algo. Acredite, compartilhar o seu conhecimento pode lhe tornar um gigante e você ainda estará contribuindo com a sociedade. Os retornos financeiros chegam ao longo do tempo, mas antes é necessário construir audiência, credibilidade e reputação no mercado. Mostrar que você tem pleno domínio do que está falando vai fazer toda diferença na hora de um prospect escolher entre um advogado que produz conteúdo sobre as suas áreas de atuação ou apenas um advogado que tem cadastro de telefone e site publicado na internet. Será que não vale a pena reservar 2h na semana para construir um conteúdo interessante para o seu grupo de personas?

Outro ponto fundamental é entender sobre SEO – Search Engine Optimizationassim você conseguirá construir conteúdos estratégicos com palavras-chave relevantes, utilizar a técnica de escaneabilidade para tornar a leitura dinâmica e atrativa aos olhos do leitor, títulos atraentes, entre outras observações. Confira o vídeo “Dicas para aparecer na primeira página do Google.”

5 – FIQUE ATENTO AO CRESCIMENTO DO PODCAST

É isso mesmo! Recentemente, a empresa Deezer realizou um levantamento e revelou uma pesquisa indicando que os programas de áudio sob demanda cresceram 67% no Brasil em 2019. Apesar do podcast já existir há alguns anos os índices de audiência estão aumentando muito em virtude da popularização e fácil acesso aos serviços de streaming.

A utilização de áudio pode ser uma boa estratégia para advogados e profissionais que têm vergonha de gravar vídeos. Você pode criar um quadro semanal, quinzenal ou mensal e falar sobre as novidades da sua área, entrevistar colegas, falar sobre temas relevantes e construir uma audiência fiel ao seu conteúdo. Aprenda mais sobre Podcasts no Curso online Produção de Conteúdo na Advocacia.

6 – NÃO TENHA VERGONHA DE GRAVAR VÍDEOS 

Os vídeos são ferramentas incríveis para gerar visibilidade para qualquer negócio, principalmente quando o emissor transfere conhecimento e conteúdo eficaz para a audiência. O Youtube é o segundo maior buscador do mundo e a maior plataforma de vídeos da internet, o Instagram possui o IGTV, live, storiesfeed e as lives do Linkedin estão em testes no Brasil. Não há mais desculpas para não dar o primeiro passo e gravar o primeiro vídeo.

7 – O QR CODE NÃO NASCEU ONTEM

QR Code surgiu em 1994, no Japão, desenvolvido pela empresa Denso Wave. Apesar de existir há muito tempo, a utilização da ferramenta começou a ficar mais forte nos últimos anos, inclusive na área jurídica. Alguns escritórios estão incluindo em petições para auxiliar no complemento de informações externas (site do escritório, Youtube e outras fontes). O QR Code também pode ser utilizado em materiais físicos como folders, cadernos, cartões de visita etc.

8 – REDES SOCIAIS – ELAS ESTÃO MAIS FORTES DO QUE NUNCA

Você ainda não acredita no potencial das redes sociais? Cada rede social possui suas particularidades e podem ser utilizadas diferentemente nas estratégias de marketing jurídico. Por isso, fique atento nas escolhas dos canais de comunicação. Entenda onde está o seu grupo de personas, qual formato de conteúdo elas preferem, como construir uma audiência que tenha interesse no que você está entregando?

Atualmente, a rede social “mais queridinha” do momento é o Instagram e tende a crescer cada vez mais. São muitos os desafios quando se trata de redes sociais, principalmente com as mudanças anuais nos algoritmos. Portanto, estabelecer a estratégia correta para o grupo de personas e produzir conteúdo relevante será um diferencial no escritório jurídico.

Aprenda como utilizar as redes sociais de forma estratégica na advocacia através do Curso online Redes Sociais para Advogados e Escritórios Jurídicos.

9 – O ENDOMARKETING ESTÁ CADA VEZ MAIS PRESENTE NA ADVOCACIA

endomarketing é o marketing interno e através dele é possível identificar ações para incentivar os profissionais a se sentirem parte da empresa e se alinharem à sua estratégia para conseguirem melhores resultados de forma integrada e coletiva. Os escritórios jurídicos são feitos de pessoas, portanto, a motivação, a vontade e a felicidade de trabalhar no local transforma o clima organizacional e gera resultados.

Bancas jurídicas de médio e grande porte normalmente trabalham o endomarketing anual, mas quero deixar claro nesse artigo que escritórios jurídicos de pequeno porte também podem incentivar seus profissionais e tornar o ambiente mais leve e agradável através de ações específicas.

Exemplos de ações que podem ser organizadas em um cronograma anual: recompensas pela produção intelectual, grupos de estudos com mudança de liderança a cada seis meses, escolha do profissional do ano, incentivo para pós-graduações, mestrado e doutorado, desenvolvimento de um plano de carreira no escritório, clareza na comunicação interna para toda equipe e principalmente entre líder e liderado, proximidade com departamento de recursos humanos e mentores para a solução de problemas interpessoais, confraternizações para comemorar êxitos e datas especiais, home office, day free, diminuição da carga horária de trabalho, programas de estágios ou trainee.

10 – CO-BRANDING ENTRE ADVOGADOS

Com a redução de engajamento nas redes sociais em função das mudanças nos algoritmos, a tendência é cada vez mais aumentar a colaboração entre os profissionais.

co-branding serve para vincular duas marcas e agregar valor ao grupo de personas.

Instagram, Facebook e Youtube permitem que você realize ações em parceria, por exemplo, você pode organizar uma sequência de lives com colegas advogados ou até mesmo profissionais de outras áreas. Também é possível gravar vídeos para o IGTV, no Youtube chamamos de vídeos “Collab”quando gravamos vídeos para canais de terceiros. Você também pode entrevistar outros profissionais e as duas marcas serão divulgadas.

co-branding gera duplicidadede audiência e você consegue alcançar um número maior de pessoas através de ações junto a outros profissionais. Não esqueça que escrever artigos para blogs e sites de terceiros também aumenta a visibilidade da sua marca no mercado.

Agora que você já leu esse artigo pegue uma caneta e um caderno e anote todos as ideias que surgiram durante a leitura. Não deixe para depois o que você pode fazer hoje! Listei aqui dez dicas que podem fazer a diferença no seu escritório jurídico em 2020.

Planeje as ações e construa um posicionamento coerente ao que você deseja transmitir ao mercado. Sucesso nas ações de marketing jurídico em 2020!

Não esqueça que você pode acompanhar os meus conteúdos nas redes sociais, no Youtube e no meu site. Compartilhe esse artigo com colegas da área jurídica para que todos tenham acesso a essa informação.

Proíbido o compartilhamento desse artigo em sites e outras mídias sem a citação do nome da autora – Maiara Trombini.

Artigo originalmente publicado no #Linkedin.

Não foi fornecido texto alternativo para esta imagem

Olá, me chamo Maiara Trombini!

Sou empreendedora, Consultora de Marketing Estratégico e Marketing Jurídico. Também ministro Treinamentos e Cursos online. Atuo há mais de 10 anos na área de marketing e comunicação. Resolvi empreender em 2016 e foi a melhor a decisão da minha vida. Lancei nos últimos dois anos os cursos presenciais e online Redes Sociais para Advogados e Escritórios Jurídicos e Produção de Conteúdo na Advocacia. Já passaram pelos meus cursos e palestras mais de 1.400 profissionais alcançando mais de 600 escritórios jurídicos. Também sou idealizadora do Canal no Youtube Marketing Jurídico na Prática.

Estou à disposição para maiores contatos. Este é o meu site: www.maiaratrombini.com.br. Você me encontra nas seguintes redes sociais: Instagram   Facebook   Youtube   Linkedin

Um abraço!

Compartilhe este post
Share on Facebook
Facebook
Share on LinkedIn
Linkedin
Tweet about this on Twitter
Twitter
Email this to someone
email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *