Artigos

O bloqueio de gravar vídeos

As redes sociais disponibilizam ferramentas gratuitas para a publicação de vídeos e que ajudam a melhorar ainda mais o posicionamento da marca no mercado. De acordo com uma pesquisa da Cisco Visual Networking Index, até 2021, 78% de todo tráfego mobile na internet será com vídeos. Lembrando que é necessário desenvolver estratégias que dizem respeito ao seu negócio, porque de nada adianta gravar vídeos por gravar sem ter um objetivo final.

Muitas pessoas possuem bloqueios para gravar vídeos, pois sentem vergonha, são tímidas ou possuem o tão temido medo do julgamento. Eu já passei pela terceira opção citada, também já tive medo de ser julgada, do deboche alheio, mas quando percebi que eu estava perdendo uma oportunidade incrível de divulgar a minha empresa consegui reverter a situação.

Conforme você começa a produzir vídeos, independentemente do canal, você começa a fidelizar a sua audiência e criar uma expectativa nos seguidores quanto ao próximo conteúdo. A consistência deve fazer parte da estratégia em todos os formatos de produção intelectual. A partir do momento em que você começa a investir no marketing de conteúdo e se torna referência em respectivos assuntos, será imprescindível dar continuidade ao trabalho. É muito fácil criar estratégias que se perdem no meio do caminho quando não há planejamento, disciplina e foco. Por isso, escolha os canais que você irá trabalhar e comece a planejar a grade de conteúdo. Conheça o Curso online Produção de Conteúdo na Advocacia. Não permita que os medos atrapalhem o progresso do seu negócio!

Você pode ter um Canal no Youtube e falar sobre assuntos que você domina, também pode utilizar as ferramentas que o Instagram disponibiliza como o IGTV, Stories e vídeos no Feed. Você pode publicar vídeos de até 10min no #Linkedin e garantir visibilidade na maior rede corporativa do mundo. São tantas as opções, basta identificar qual o melhor canal de comunicação para a sua empresa.

Eu posso garantir que a prática de gravar vídeos aumenta muito a visibilidade da marca e ajuda a criar autoridade sobre o assunto explorado. Esse ano resolvi focar em vídeos para o meu Canal do Youtube, onde publico vídeos semanalmente voltados ao marketing jurídico. Confira e inscreva-se no Canal Marketing Jurídico na Prática.

Importante observar esses pontos:

– Escolha um tema relevante e que esteja alinhado com a sua expertise;

– Faça um roteiro com início, meio e fim;

– Dê uma atenção especial para a iluminação, cenário e áudio. Você pode utilizar um microfone portátil que tenha entrada para câmera filmadora ou celular;

– Você pode utilizar a câmera do próprio celular para gravar os seus vídeos, mas é importante cuidar a resolução da gravação;

– A edição do vídeo pode ser feita através de aplicativos no celular como InShot, iMovie ou Filmr, mas se você quiser se aventurar e editar pelo desktop pode utilizar o Software Movavi.

Agora chegou a vez de estabelecer uma rotina e começar a organizar o seu primeiro vídeo ou os próximos, caso você já faça uso dessa estratégia. #tecnologia #advocacia #medodegravarvídeo #marketingdigital #marketingjurídico #marketingdeconteúdo #produçãodeconteúdo #estratégiadigital

Confira ao vídeo “Por que advogados possuem medo de gravar vídeos”.

 

Maiara Trombini possui uma empresa de Treinamentos e Mentoria em Marketing Estratégico e Marketing Jurídico há quase três anos, com atuação no mercado brasileiro focada no fortalecimento da marca de bancas jurídicas. Lançou nos últimos dois anos os cursos presenciais e online Redes Sociais para Advogados e Escritórios Jurídicos e Produção de Conteúdo na Advocacia. Já passaram pelos seus cursos e palestras mais de 500 profissionais alcançando mais de 200 escritórios jurídicos. Maiara atua há mais de 10 anos em empresas e escritórios jurídicos, com ênfase na evolução e fortalecimento de marcas, planejamento e desenvolvimento de ações focadas na comunicação mercadológica. Idealizadora do Canal Marketing Jurídico na Prática.

 

Compartilhe este post
Share on Facebook
Facebook
Share on LinkedIn
Linkedin
Tweet about this on Twitter
Twitter
Email this to someone
email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *